Desatenção é a principal causa de mortes em rodovias federais

A mensagem do Maio Amarelo, campanha que está sendo realizada em várias regiões do país durante este mês, é de promover consciência e boas práticas entre condutores e pedestres. Razões para se tocar neste assunto não faltam: o número de acidentes no Brasil está entre os maiores do mundo, causando mais mortes do que a maioria das guerras em andamento no planeta.

 

Entre os vilões desta história estão algumas atitudes, como usar o celular ou mexer no aparelho de som do veículo enquanto dirige. De acordo com levantamento Atlas da Acidentalidade do Transporte Brasileiro, compilado pela Volvo do Brasil a partir de dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF), a desatenção foi, em 2018, a principal causa de morte em nossas BRs. Dos 5.271 óbitos registrados (média de um a cada 100 minutos) em 69.299 acidentes (média de dois a cada 15 minutos) nas rodovias federais, 35,88% foram ocasionados por falta de atenção, 15,48% por velocidade incompatível, 12,65% por desobediência à sinalização, 6,30% por ingestão de álcool e 5,05% sonolência.

 

Caminhões

Das ocorrências atendidas pela PRF e que envolveram caminhões, a desatenção também foi o fator responsável por 36,51% dos acidentes (6.638 – média de um a cada 29 minutos) e 32,71% das mortes (2.241 – média de uma a cada quatro horas) registradas em rodovias federais em 2018. Depois da falta de atenção, os principais responsáveis por estes óbitos foram: velocidade incompatível (17,05%), desobediência à sinalização (12,09%), defeito mecânico (5,53%) e ultrapassagem indevida (5,27%).

 

Levada em conta a participação dos veículos pesados para transporte de carga (caminhão, caminhão trator, reboque e semirreboque) no total da frota brasileira (menos de 6%, segundo relatório de fevereiro do Departamento Nacional de Trânsito – Denatran), esses números são bastante preocupantes para os caminhoneiros, envolvidos em 28,36% dos acidentes e 42,49% das mortes registradas em rodovias federais.

 

Diante dessa realidade, eles e também os condutores de veículos menores precisam manter-se atentos ao volante e seguirem rigorosamente as regras de trânsito. Consciência e respeito são fundamentais no Maio Amarelo e em todos os meses do ano.

Seg Bem com a Vida – Um fim e um começo

A caravana Seg Bem com a Vida chegou ao fim e nos trouxe muitos números expressivos:

36 dias de trabalho, esforço e satisfação contínua, viajando do sul ao norte do Brasil;

16 edições distribuídas em 16 cidades, cobrindo os estados de Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Rondônia e São Paulo.

Mais de 5.000 visitantes atendidos pela carreta Seg Bem com a Vida. Incontáveis atendimentos de saúde, muitas interações com o simulador Seg Truck, muito café e um número ainda maior de amizades!

A expressiva marca de 500.000 seguidores no canal do youtuber Claudemir Gigliotti, o Neni, durante a caravana!

Mais de 200 associados garantiram certificação nas palestras de Conscientização de segurança do trabalho; Check list do caminhão – A devida atenção ao veículo; Calibragem de pneus – A importância na segurança e efeitos na condução; Condições adversas; Cinto de segurança e sua importância; Viagem segura; e Prevenção de riscos de acidentes.

Uma cobertura de, aproximadamente, 9.000 km, saindo de Cascavel/PR, Itapejara do Oeste/PR, Guarapuava/PR, Joinville/SC, Itajaí/SC, Curitiba/PR, Ponta Grossa/PR, Londrina/PR, Maringá/PR, Dourados/MS, Cuiabá/MT, Lucas do Rio Verde/MT, SINOP/MT, Vilhena/RO, Porto Velho/RO e São Paulo/SP.

Muito obrigado a você que nos deu suporte em todo esse período. Muita construção para pavimentar um trecho ainda maior: A continuidade de uma campanha que tem como missão trazer mais dignidade, segurança e responsabilidade para todos os guerreiros que transportam o Brasil em seus caminhões.

Cubatão e São Paulo. A Seg Bem com a Vida encerrando seu trajeto

Ontem, dia 08 de Maio, encerramos a primeira edição da Caravana Seg Bem com a Vida, na cidade de Cubatão, em São Paulo.

E em grande estilo, viajando milhares de quilômetros com a caravana puxada pelo bode do Neni ao longo de um itinerário sem precedentes, tivemos a mais marcante experiência deste projeto, que nos alegra exponencialmente em cada lugar que passamos.

Mais uma vez, convocamos nossos associados para a assembléia, nesta data, para debater assuntos sobre o cotidiano nas estradas, apresentar os resultados e ações da associação e trazendo uma inspiradora conversa com o presidente da associação, o Sr. Leandro Pusebon.

Também houveram edições das palestras com o Prof. Oltenir Hartmann abordando os assuntos:

  • Conscientização de segurança do trabalho;
  • Check list do caminhão – A devida atenção ao veículo;
  • Calibragem de pneus – A importância na segurança e efeitos na condução;
  • Condições adversas; Cinto de segurança e sua importância; Viagem segura;
  • Prevenção de riscos de acidentes.

O youtuber Claudemir Gigliotti, do canal do Neni, passou o dia trocando suas vivências com os visitantes, associados e profissionais do segmento de transporte rodoviário.

E ainda contamos com o acompanhamento dos profissionais de saúde durante todo o dia de atividades.

A caravana seguiu no trecho durante todo este período. E, graças a vocês que estiveram nos acompanhando, podemos garantir que foi um sucesso! Obrigado por terem SEGuido conosco!

#Segconosco

#associacaosegtruck

#embeneficiodosassociados

#porqueavidaéoqueimporta

 

A Grande Porto Velho!

Estivemos na Capital de Rondônia, a “Grande Porto Velho”!

Grande mesmo… Uma experiência incrível, onde nossa caravana e nossos colaboradores sentiram na pele toda a emoção das histórias dos nossos associados.

Muita interação, conexão, descontração e uma sensação de proximidade exemplar. Chegamos no ponto mais extremo do nosso trajeto com uma sensação de vitória espetacular.

Neste dia, possibilitamos aos nossos associados o convite para a assembléia, para debater assuntos sobre o cotidiano nas estradas, apresentar os resultados e ações da associação e trazendo uma inspiradora conversa com o presidente da associação, o Sr. Leandro Pusebon.

Também houveram edições das palestras com o Prof. Oltenir Hartmann abordando os assuntos:

  • Conscientização de segurança do trabalho;
  • Check list do caminhão – A devida atenção ao veículo;
  • Calibragem de pneus – A importância na segurança e efeitos na condução;
  • Condições adversas; Cinto de segurança e sua importância; Viagem segura;
  • Prevenção de riscos de acidentes.

A caravana segue no trecho. E você, #segconosco

#Segconosco

#associacaosegtruck

#embeneficiodosassociados

#porqueavidaéoqueimporta

 

Drogas? Tô fora! Esse trecho eu não pego.

Além dos já conhecidos malefícios, o uso de drogas também está comprometendo a vida profissional de milhares de condutores de veículos pesados. Em 2018, 47 mil profissionais (2% do total) da estrada não foram aprovados no exame toxicológico necessário para a renovação da CNH. A culpada, em 69% dos casos, foi a cocaína.

#ExameToxicológico #FiqueDeOlho #DrogasTôFora